Editorial - Socorro! Sequei!

imageEstamos vivendo momentos de crise com a falta de água. Mas também vivemos em crise quando nos falta a Palavra de Deus. A água é um dos símbolos que encontramos na Bíblia que nos ajuda a aprofundar a importância da Palavra de Deus em nossa vida. Você já viu algo mais suave que a água? Apesar de toda sua suavidade, não existe nada que possa impedir a água. A água sempre encontra caminho para passar em lugares intransponíveis. A água não desiste de percorrer seu caminho! Nem a rocha mais rígida pode atrapalhar o curso das águas, e se observarmos as rochas vão sendo moldadas pelas águas.
A Palavra de Deus é a água que santifica, purifica e lava! Ou seja, a Palavra de Deus santifica, molda e liberta o homem! Passando um tempo com a Palavra seremos moldados por ela e quanto maior o tempo que passarmos com ela, mais ela nos moldará! A palavra de Deus é água! Nada pode atrapalhar o mover das águas de Deus! Nada pode impedir que a Palavra de Deus produza o resultado para o qual ela foi enviada (Is 55,11). Ela é mais penetrante que qualquer espada de dois gumes (Heb 4,12 )! Leia Mais »

Agenda

Calendário de atividades do mês de Setembro.Veja a lista Completa »

ABC da Fé

A importância da família na missa
Era um domingo de frio e chuva. Daqueles de não querer sair da cama. Foi o fim de semana mais frio do ano na capital. Mesmo assim, logo cedo, a família Bonilha já estava na rua. Eduardo, Deise e o casal de filhos Duda, de 11 anos, e Rafael, de 2 anos, enfrentaram o vento congelante para cumprir o compromisso de todo domingo: ir à missa.
Desde que se uniu, o casal mantém a tradição que aprendeu com os pais. “Não adianta querer trazer os filhos quando eles já estão grandes. Vir à Igreja é coisa de família. O Rafael não entende ainda o que está acontecendo, mas sabe que aqui é um local de oração”, analisa Deise. Para a família Bonilha, participar da vida em comunidade ajuda a formar o caráter dos filhos...  Leia Mais »

A responsabilidade de cada um na crise da água

Há exatamente 10 anos, a Igreja convocava toda a sociedade para refletir através da Campanha da Fraternidade (CF), o tema Fraternidade e Água, motivados pelo lema “Água, fonte de vida”.
Passado esse tempo, e concordando com a afirmação de que o “povo brasileiro tem memória curta”, ou melhor, “não tem memória histórica”, hoje em nossa cidade nos deparamos com uma das maiores crises de abastecimento de água de sua história. Em 2004, a CF alertava: “No Brasil, o direito à água está absolutamente comprometido. Segundo dados da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), 20% da população brasileira não tem acesso à água potável, 40% da água das torneiras não tem confiabilidade, 50% das casas não tem coleta de esgoto e 80% do esgoto coletado é lançado diretamente nos rios, sem qualquer tratamento” (texto base da CF, p.17, parágrafo 7)” Será que essa realidade mudou? Para melhor ou para pior? Diante desta crise da “falta de água”, busca-se encontrar o culpado pela situação: decisões políticas? Projetos de desenvolvimento econômico? O próprio clima? Leia Mais »

CNBB lança cartilha Para orientar o eleitor

Não será por falta de orientação que os fiéis poderão reclamar dos candidatos escolhidos para representá-los. Produzida pela CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) do Paraná, a cartilha “A Igreja e as Eleições 2014” é uma importante ferramenta para a formação política das pessoas.
A publicação é voltada para os grupos de jovens, de oração, de estudo, de reflexão, além de associação de moradores. Segundo a cartilha, a autêntica ação política visa ao bem comum de toda a comunidade, “por isso cabe a todos e, em especial, às pessoas de fé, conhecer e participar desse processo contribuindo para uma sociedade justa, fraterna e solidária”.
Na cartilha também é possível encontrar informações sobre a Lei da Ficha Limpa, as manifestações de rua realizadas em 2013, principais funções de quem será eleito e o projeto de iniciativa popular de reforma política... Leia Mais »

Paróquia

imageA Paróquia Cristo Rei, enquanto estrutura que existe hoje, nasce inserida numa realidade muito diferente da qual nós nos encontramos atualmente. A princípio, o Tatuapé contava com inúmeras chácaras e a Estrada Velha da Penha, atual Rua do Tatuapé. Este trajeto era uma simples ligação para quem viesse do centro da cidade para a Penha, através da Avenida Celso Garcia. O mesmo situava-se entre os Ribeirões Aricanduva e Tatuapé tendo, ao sul o Bom Parto e, ao norte... Leia Mais »

Buscas